GIANNI QUIROPRAXIA Quiropraxista revela como tratar enxaqueca sem tomar remédio!

VIVA MELHOR, VIVA COM QUIROPRAXIA

Como tratar enxaqueca sem tomar remédios?

Tomar medicação sem necessidade ocasionar situação contrária a longo prazo, não causando mais efeito no corpo.

Contudo, há formas de tratar a enxaqueca sem tomar remédio, desde chá para enxaqueca forte até compressas.

Por isso, confira a seguir os 5 segredos para tratar a enxaqueca sem tomar remédio.

Tipos de dor de cabeça

Imagem representativa de um homem com dor de cabeça
Fonte: Canva

Antes de tudo, vamos diferenciar a enxaqueca de outras dores de cabeça. Esta distinção será crucial no momento de como tratar enxaqueca, evitando utilizar técnicas não eficientes.

A enxaqueca, identificada por uma dor de cabeça constante, é um desconforto latejante e presente por vários dias seguidos. Ela é difícil de tratar com remédios, além de trazer sintomas como enjoo, vômito, sensibilidade a barulho e luz.

Primeiramente, existe a dor de cabeça na nuca, um mal-estar clássico para quem possui má-postura no trabalho, estudo ou dormindo.

Um caso que pode ser confundido com enxaqueca é a dor de cabeça e nos olhos. Esse mal-estar pode ser sintoma de problemas de visão, como miopia ou astigmatismo, além de também ficar por vários dias.

Fique atento caso sinta algo parecido e procure um oftalmologista.

Da mesma forma, temos a dor de cabeça na testa, que se mantém por vários dias consecutivos e com pouco efeito de remédios. Nesse caso, o incômodo se relaciona a sinusite, inflamação dos seios nasais.

Finalizando, há a dor no pescoço e na cabeça, situação parecida a dor na nuca, causada por estresse.

Ao verificar a origem da sua dor, poderá analisar se alguma situação se encaixa nas descritas e, posteriormente, buscar tratamento para a enxaqueca.

5 segredos de como tratar enxaqueca sem tomar remédio

Confira a seguir os melhores métodos para tratar enxaqueca sem uso de medicamentos:

1 – Fazer compressas frias

Imagem de uma mulher sentada no fazendo compressa fria na cabeça ensinando como tratar enxaqueca
Fonte: Canva

Em resumo, compressas são feitas por apoio de toalha, pano ou bolsa térmica sobre a região dolorida. 

Atualmente, existem três categorias de compressa: fria, morna e quente, mas, neste exemplo, utilizaremos apenas a compressa fria.

As compressas frias são realizadas com gelo, assim como os atletas aplicam após alguma pancada. No tratamento, a compressa fria deve ser aplicada onde mais se sente a dor e deixá-la entre 10 a 20 minutos.

Além de auxiliar na constrição os vasos sanguíneos da cabeça, ela reduz o volume de sangue no local, suavizando a dor.

2 – Tomar café

Imagem de uma mulher segurando um copo de café
Fonte: Canva

Que café acelera nosso metabolismo e nos deixa mais “alerta”, acredito que todos saibam. 

Mas, como tratar enxaqueca cm café? Será que há fundamento nessa teoria?

O café possui uma substância chamada cafeína, também presente em xaropes, refrigerantes e estimulantes. 

A cafeína produz no nosso cérebro um evento chamado vasoconstrição, em outras palavras, a contração dos vasos sanguíneos do cérebro.

Assim, o café pode ser utilizado como tratamento alternativo para quem sofre de enxaqueca

Mas, seu uso exagerado tem efeito contrário. Um estudo publicado no American Journal of Medicine contou com 98 voluntários que sofrem com enxaquecas episódicas, recrutados pela pesquisadora Elizabeth Mostofsky, da Escola de Saúde Pública TH Chan de Harvard. 

Em suma, enxaquecas episódicas são aquela que se manifestam por pelo menos duas vezes por mês, não ultrapassando 15 dias consecutivos.

Pois, bem! O resultado apontou que quem consumiu 3 ou mais doses de café por dia passou a sofrer com episódios constantes de enxaqueca. Já os pacientes que consumiram até 2 doses por dia mantiveram pouco ou nenhum sintoma de dor de cabeça forte e/ou constante.

3 – Vitaminas do complexo B

Imagem de vários comprimidos de vitamina B
Fonte: Canva

As vitaminas do complexo B são boas para aliviar sintomas de enxaqueca justamente por seu funcionamento do sistema nervoso central.

Apesar de haver muitos tipos de vitaminas B, trataremos de três principais: B2, B6 e B12. Veja:

  • Vitamina B2: também chamada riboflavina, a falta da vitamina pode causar sensibilidade a luz e fadiga, gatilhos para a enxaqueca. A B2 está presente em legumes, ovos, leite, queijo, fígado, entre outros. Assim sendo, seu consumo ajuda a prevenir o mal-estar;
  • Vitamina B6: indicada em casos de enxaqueca que o individuo sofre com oscilações hormonais. Muito útil para mulheres em tensão pré-menstrual (TPM), a vitamina B6 pode ser encontrada em banana, frango, peru, salmão e frutos-do-mar;
  • Vitamina B12: a falta dessa vitamina pode causar uma doença dessensibilizante que, como resultado, gera crises constantes de dor de cabeça. Alimentos como fígado, amêndoas, espinafre, leite, queijo, ovos e iogurte pode ajudar na prevenção da enxaqueca.

Claro que consumir esses alimentos não trará nenhum mal ao paciente. Contudo, é sempre interessante visitar um neurologista especialista para verificar se tais alimentos ajudam realmente a aliviar os sintomas.

4 – Chá de gengibre

Imagem de um chá de gengibre em cima da mesa
Fonte: Canva

O gengibre é uma substância mais comum no cotidiano se tratando de métodos curativos, muito utilizado em casos de resfriados e dores de garganta, por exemplo.

Isso porque a planta consegue bloquear a síntese de prostaglandina, responsável pelos processos inflamatórios e de dor no nosso corpo.

Mas, será que o gengibre realmente auxilia a reduzir a enxaqueca?

O estudo publicado na Biblioteca Wiley Online comparou o uso de gengibre a Sumatriptano, medicamento usado para tratar a enxaqueca. Em conclusão, o estudo relatou que os produtos de gengibre são uma escolha favorável para o tratamento da enxaqueca aguda quando comparado com sumatriptano

Ou seja, pacientes que sofrem com enxaquecas constantes e não observam mais resultados via medicamento comum podem apostar no gengibre para tratar sua condição neurológica crônica.

Apesar de, no estudo, a substância ter sido aplicada em cápsulas de 250 mg, recomenda-se consumir o gengibre em forma de chá.

Desta feita, rale 25 g de gengibre fresco, misture a 500 ml de água e ferva durante 15 minutos. Coe, deixe esfriar e beba sem açúcar. Para sua eficácia máxima, se esforce para consumir a bebida diariamente.

5 – Quiropraxia

Imagem de um quiroprático ajustando paciente
Fonte: Canva

Lembra quando tratamos das dores de cabeça na nuca e no pescoço? Ela também pode ser chamada cefaleia cervicogênica, cuja origem é relacionada a problemas no pescoço (cervicogênica).

A quiropraxia auxilia no tratamento da dor de cabeça justamente por tratar disfunções neuro-musculo-esqueléticas, com efeito direto na cervicogênica.

Nesse caso, o tratamento age naquela dor que sobe o pescoço e vai para a cabeça, ficando durante dias e sem melhora após o efeito da medicação passar, configurando a enxaqueca.

No tratamento quiroprático, há a remoção da disfunção “subluxação vertebral” por ajuste.

Com a melhora do tônus muscular, o paciente consegue uma maior amplitude de movimento do pescoço. Assim, favorece a postura, reduz as sensações dolorosas e ameniza os sintomas da enxaqueca.

Conclusão

Neste texto, vimos as melhores dicas de como tratar enxaqueca sem tomar remédio.

Certamente, tratar de dores crônicas somente em casa pode ser um risco. 

Por isso, procure um neurologista e, simultaneamente, um quiropraxista para resolver seu problema. Afinal, nem todos os problemas de saúde se resolvem com tratamentos rápidos.

E se você precisar de um quiropraxista em Caxias do Sul, procure a Gianni Quiropraxia. Nela, você terá os melhores profissionais ao seu dispor para ensinar como tratar enxaqueca e se livrar de vez desse mal.

Abrir chat
Fale com Especialista
Clique novamente para ser atendido via WhatsApp.